Gestão de Estoque: 8 estratégias para otimizar e ter melhores resultados
Entenda a importância da gestão de estoque para o seu negócio.

Gestão de Estoque: 8 estratégias para otimizar o controle de estoque e garantir melhores resultados para a sua empresa

A gestão de estoque de uma empresa está diretamente ligado ao sucesso e ao lucro das operações. Afinal, estoque também é dinheiro e precisa ser preservado adequadamente visando sua conversão em lucro.

Muitas vezes, as falhas na gestão de estoque estão entre as principais responsáveis pelo desperdício, gerando problemas como perda de vendas, desvio de mercadorias e falta de produtos.

Por isso, uma boa gestão de estoque permite muito mais do que evitar problemas como esses. Manter o estoque da sua empresa em dia, permite minimizar e prevenir possíveis erros, gerando resultados positivos e lucratividade para o negócio.

A seguir, você verá 8 estratégias para otimizar o controle de estoque e garantir melhores resultados para a sua empresa:



SISTEMA DE GESTÃO:  Entenda o que é e como ele ajuda sua empresa crescer!

PROCESSOS INTERNOS: Descubra porque eles são tão importantes dentro de uma empresa!


1- Implante um sistema de gestão de controle de estoque

A primeira e mais indicada estratégia deve ser a adoção de um sistema de gestão que permita o melhor controle possível de toda a organização, bem como de todos os processos operacionais e administrativos envolvidos. Afinal, a automação de processos é uma realidade e, se você deseja que sua empresa seja ainda mais competitiva no mercado, não dá para continuar fazendo o controle de estoque manualmente.

Adotar sistemas que permitam o gerenciamento dos itens em estoque minimiza as possibilidades de erro, reforça a segurança no armazenamento dos dados e facilita o compartilhamento interno de informações.

Um bom sistema de gestão de estoque permitirá uma visão completa do estoque mensal, o que te ajudará a saber quantos produtos precisam ser comprados, cotações, entradas, retiradas, orçamentos com fornecedores e até mesmo uma visão mais dinâmica sobre os valores, produtos mais comprados e o nível de estoque.

Por isso, investir em um sistema informatizado, garante uma maior eficácia na gestão de estoque, além de colaborar com as tarefas administrativas e financeiras, como controle financeiro e emissão de recibos, por exemplo.

2 – Saiba o que tem no seu estoque

É essencial que você tenha um excelente entendimento do que tem no seu estoque. Além de fazer um planejamento, com uma boa gestão das mercadorias, é imprescindível identificar a sazonalidade de cada tipo de produto, fazer a contabilização correta de tudo o que entra e tudo o que sai do acervo e entender toda a movimentação dentro do depósito.

Tudo isto ajuda a promover mais vendas e a movimentar o estoque, evitando encalhes e perdas de mercadorias

3- Faça um bom planejamento e determine o estoque mínimo

Para garantir o volume adequado de vendas, evitando desabastecimento ou perda de mercadorias, é preciso realizar um bom planejamento de estoque.  O grande erro de muitos gestores é apostar em um controle imediatista, que se concentra em comprar, armazenar e vender, num curto espaço de tempo.

É preciso planejar as aquisições com antecedência, baseando-se em pontos essenciais como análise de mercado, sazonalidade e demanda. Além disso, ter muito bem definido o estoque mínimo a ser mantido de cada produto, bem como sua periodicidade de compras, rotatividade, prazo de vencimento, etc.

Contar com um software de gestão de estoque possibilita um aumento significativo da margem de acerto nesses quesitos. E, associá-lo a um planejamento antecipado, bem elaborado, pensado a médio e longo prazo é possível reduzir muito os prejuízos.

4 – Crie processos para movimentações do estoque

Para evitar desvios, perdas e descontroles de estoque é imprescindível criar processos para controlar as movimentações: realizar sempre lançamentos periódicos e corretos de mercadorias, vendas, trocas, etc, identificar corretamente todos os detalhes de cada um dos itens do estoque, além de monitorar a circulação de pessoal farão toda a diferença para uma gestão mais eficaz. Para isso, é preciso contar com um sistema que facilite este controle, onde possam ser lançados os dados referentes a produtos e respectivos responsáveis, permitindo que você tenha mais precisão na análise.

5 – Faça inventários periódicos

Atualize sempre o inventário! É de extrema importância fazer uma contagem dos itens que ainda restam nas gôndolas e no estoque com uma certa frequência. Assim, essas informações devem ser adicionadas ao sistema de gestão para que os responsáveis pelas compras possam definir se as quantidades estão corretas ou se há a necessidade de fazer adequações. Manter o inventário desatualizado pode trazer grandes problemas de gestão.

6 – Integre o setor de estoque com o setor de compras

Aqui estão dois setores que são fundamentais para uma empresa. Mas, para que se tenha sucesso com os resultados, eles precisam estar integrados, de forma que tenham acesso às informações e saibam o que o outro setor está fazendo. Para isso, vale a pena apostar em ferramentas de controle de estoque integradas. E, ambos setores precisam alimentar o sistema realizando o registro de todas as mercadorias, bem como entrada e saída, e demais informações necessárias, reforçando, assim, a segurança e confiabilidade dos dados e facilitando o compartilhamento interno de informações.

7 – Observe a sazonalidade

Os gastos com estoque e armazenagem (infraestrutura, pessoal, embalagens, etc) são altos e ficar com estoque parado é perder dinheiro. Logo, esteja atento a sazonalidade –  épocas do ano em que as vendas estão em alta ou em baixa, pois, assim, você investe em produtos realmente necessários para cada época e evita o excesso de produtos o que resulta em itens obsoletos, o desperdício de mercadorias ou até mesmo a falta delas (comprometendo a venda).

8 – Esteja atento aos seus fornecedores

Contar com bons fornecedores, permite que você mantenha níveis de estoque enxutos com a certeza de reposição em tempo hábil. Além disso, fornecedores que não cumprem com o calendário ou cometam erros na quantidade ou na qualidade do que foi encomendado pode trazer prejuízos enormes ao seu negócio. Por isso, acompanhe sempre as atividades dos fornecedores e faça parcerias com aqueles que sejam confiáveis.

Como vimos, otimizar a gestão de estoque da sua empresa é indispensável para alcançar melhores resultados.

O controle de estoque, quando feito de forma eficiente, auxilia na redução de perdas financeiras e materiais, refletindo em ganhos e lucratividade. Por isso, toda empresa que investe na otimização contínua dos resultados do negócio, deve focar numa gestão de estoque de qualidade, buscando planejar melhor e aprimorar os processos.

Como está a gestão de estoque na sua empresa?

Se você tem observado alguns problemas relacionados a dificuldade de controle de estoque como perda de produtos ou até mesmo falta de mercadoria, este é o momento de rever sua gestão e adotar medidas para otimizar processos e garantir bons resultados.

O uso de ferramentas de automação tem se tornado grande aliado das organizações quando o assunto é otimizar a rotina e melhorar o desempenho da empresa. Um sistema de gestão possibilita informações organizadas, auxiliando no corte de processos manuais e evitando perda de tempo e dinheiro.

Quer saber mais como um sistema de gestão de estoque pode ajudar sua empresa? Clique aqui para falar com dos nossos especialistas e entender cada detalhe.

Gostou deste post? Deixe sua dúvida ou opinião nos comentários e compartilhe suas experiências!


Você pode gostar de ler também:

→ 10 motivos para criar um aplicativo para o seu negócio

 

Imagem

A tecnologia a seu favor. Obtenha mais resultados com a ferramenta certa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *